Dia Nacional de Combate à Violência em Videira

Videira – O Dia Nacional de Combate à Violência, o Abuso e a Exploração Sexual, contra Criança e Adolescente, será destacado pelo Departamento Municipal de Ação Social de Videira, na próxima segunda-feira (18), data em que o tema foi oficialmente instituído. 

Como já ocorre diariamente, profissionais que atuam no Serviço de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes de Videira, irão passar dicas à comunidade de como identificar, por exemplo, os sintomas de uma criança que possa estar sendo ou já ter sido vítima de algum tipo de violência sexual. As crianças e adolescentes também serão orientadas quanto à forma de agir diante de uma situação de abuso, exploração ou qualquer outro tipo de violência.

Dados do Programa apontam que nos primeiros quatro meses de 2009 o Serviço de Enfrentamento à Violência de Videira notificou e prestou cerca de 170 atendimentos, à 47 crianças e adolescentes do município.  A apuração desses dados revelam que , 57% dos casos são de abuso sexual,  6,5% de violência física, 16% de violência psicológica, 6% de exploração sexual e 14,5% de negligência. “Infelizmente esses números podem ser ainda maiores já que muitos casos não chegam a rede de proteção da criança e do adolescente, por falta de denúncia”, apontam as técnicas do programa.

Especialistas apontam que a  violência sexual praticada em crianças e adolescentes pode manifestar-se de diversas formas, sendo as de maior ocorrência, o abuso sexual dentro da própria família e a exploração sexual para fins comerciais, como a prostituição, a pornografia e o tráfico. Todas as suas expressões constituem crime e são, sem dúvida, cruéis violações dos direitos humanos. As crianças e os adolescentes vulneráveis a esse tipo de violência sofrem danos irreparáveis para o seu desenvolvimento físico, psíquico, social e moral. Esses danos podem trazer conseqüências muito penosas para sua vida, como, por exemplo, o uso de drogas, a gravidez precoce indesejada, distúrbios de comportamento, condutas anti-sociais e infecções por doenças sexualmente transmissíveis.

DISQUE DENÚNCIA 100

Para incentivar as denúncias dos casos de violência sexual, foi criado o Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Discando o número 100, de abrangência nacional e gratuito, podem ser feitas denúncias de violência sexual praticadas contra crianças e adolescentes, que são encaminhas às autoridades competentes, preservando o anonimato do autor da ligação. Em Videira as denúncias também poder ser feitas através do Conselho Tutelar no número 3566-6135.

ORIGEM DA DATA

O dia 18 de maio foi escolhido em razão do crime que comoveu o Brasil em 1972, o Caso Araceli, em que uma menina de oito anos foi cruelmente assassinada após ter sido estuprada em Vitória, no Espírito Santo. A intenção é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar da luta de prevenção e combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, pois ninguém está livre de ser atingido por essa situação. É preciso formar uma consciência nacional para denunciar e romper com esse ciclo de violência e proteger meninas, meninos e adolescentes brasileiros.

Fonte:Silvia Angélica Palma
Assessora de Comunicação

UNOPress
UNOPress
A UNOPress é uma Agência de Marketing Digital especializada em Assessoria de Imprensa e Marketing de Conteúdo. Produz conteúdo para diversas empresas que buscam Page Authority e Domain Authority.

Deixe um comentário

Por digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

Compartilhar:

Receba Notícias

Posts Relacionados

Mais Recentes