Criciúma inicia a Campanha contra Paralisia Infantil

Criciúma – Foi dada a largada, na manhã de hoje (15), da campanha nacional de vacinação contra poliomielite para todas as crianças menores de cinco anos, em Criciúma. Este ano o slogan é “Não dá para vacilar, tem que vacinar”. A meta da secretaria do Sistema da Saúde é vacinar, até 26 de junho, 13.064 crianças.

Para impedir a circulação do vírus é necessário que o objetivo de 95% de cobertura seja alcançado; para tanto, cerca de 400 pessoas estão envolvidas na campanha. O evento ocorreu no Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Lapagesse, no bairro Pio Correa, e teve a presença do secretário Paulo Conti que salientou que os pais e responsáveis devem levar o cartão de vacinação dos filhos.

A gerente da Vigilância em Saúde, Joyce Savi, explica que 45 Unidades de Saúde estão abertas das 8h às 17h e serão montados postos volantes. Durante a semana a equipe da vigilância estará fazendo vacinação (duas doses) nos Centros de Educação Infantil (CEIs) particulares e da rede pública do Município.

Na oportunidade as crianças puderam brincar na cama elástica, escorregador, piscina de bolinhas, tobogã, entre outros brinquedos. Elas também receberam balas, pirulitos e brindes. Houve ainda a presença do Zé Gotinha, da Maria Gotinha e do palhaço que animou a manhã da garotada. Uma delas foi a pequena Isabel de Souza, de 3 anos que, após a dose, saiu para brincar com os colegas. Assim como ela, Leonardo Rocha de 5 anos que adorou a dose. “Quero mais. Eu gostei”, disse. Depois da abertura uma carreata saiu da escola com destino ao CEI Girassol. O dia D será no sábado (20).

Meta – No Brasil, a meta é imunizar 16 milhões de crianças menores de cinco anos em cada etapa da campanha. A segunda etapa contra a paralisia infantil será realizada no dia 9 de agosto.

A vacina contra a poliomelite é considerada, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como a única maneira de combater totalmente a doença. Pesquisa da instituição constatou que, de janeiro até o último dia 3, foram confirmados 522 casos de paralisia infantil no mundo.

Fonte:Diretoria Executiva de Comunicação:

Criciúma – Foi dada a largada, na manhã de hoje (15), da campanha nacional de vacinação contra poliomielite para todas as crianças menores de cinco anos, em Criciúma. Este ano o slogan é “Não dá para vacilar, tem que vacinar”. A meta da secretaria do Sistema da Saúde é vacinar, até 26 de junho, 13.064 crianças.

Para impedir a circulação do vírus é necessário que o objetivo de 95% de cobertura seja alcançado; para tanto, cerca de 400 pessoas estão envolvidas na campanha. O evento ocorreu no Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Lapagesse, no bairro Pio Correa, e teve a presença do secretário Paulo Conti que salientou que os pais e responsáveis devem levar o cartão de vacinação dos filhos.

A gerente da Vigilância em Saúde, Joyce Savi, explica que 45 Unidades de Saúde estão abertas das 8h às 17h e serão montados postos volantes. Durante a semana a equipe da vigilância estará fazendo vacinação (duas doses) nos Centros de Educação Infantil (CEIs) particulares e da rede pública do Município.

Na oportunidade as crianças puderam brincar na cama elástica, escorregador, piscina de bolinhas, tobogã, entre outros brinquedos. Elas também receberam balas, pirulitos e brindes. Houve ainda a presença do Zé Gotinha, da Maria Gotinha e do palhaço que animou a manhã da garotada. Uma delas foi a pequena Isabel de Souza, de 3 anos que, após a dose, saiu para brincar com os colegas. Assim como ela, Leonardo Rocha de 5 anos que adorou a dose. “Quero mais. Eu gostei”, disse. Depois da abertura uma carreata saiu da escola com destino ao CEI Girassol. O dia D será no sábado (20).

Meta – No Brasil, a meta é imunizar 16 milhões de crianças menores de cinco anos em cada etapa da campanha. A segunda etapa contra a paralisia infantil será realizada no dia 9 de agosto.

A vacina contra a poliomelite é considerada, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como a única maneira de combater totalmente a doença. Pesquisa da instituição constatou que, de janeiro até o último dia 3, foram confirmados 522 casos de paralisia infantil no mundo.

Fonte:Diretoria Executiva de Comunicação:

Criciúma – Foi dada a largada, na manhã de hoje (15), da campanha nacional de vacinação contra poliomielite para todas as crianças menores de cinco anos, em Criciúma. Este ano o slogan é “Não dá para vacilar, tem que vacinar”. A meta da secretaria do Sistema da Saúde é vacinar, até 26 de junho, 13.064 crianças.

Para impedir a circulação do vírus é necessário que o objetivo de 95% de cobertura seja alcançado; para tanto, cerca de 400 pessoas estão envolvidas na campanha. O evento ocorreu no Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Lapagesse, no bairro Pio Correa, e teve a presença do secretário Paulo Conti que salientou que os pais e responsáveis devem levar o cartão de vacinação dos filhos.

A gerente da Vigilância em Saúde, Joyce Savi, explica que 45 Unidades de Saúde estão abertas das 8h às 17h e serão montados postos volantes. Durante a semana a equipe da vigilância estará fazendo vacinação (duas doses) nos Centros de Educação Infantil (CEIs) particulares e da rede pública do Município.

Na oportunidade as crianças puderam brincar na cama elástica, escorregador, piscina de bolinhas, tobogã, entre outros brinquedos. Elas também receberam balas, pirulitos e brindes. Houve ainda a presença do Zé Gotinha, da Maria Gotinha e do palhaço que animou a manhã da garotada. Uma delas foi a pequena Isabel de Souza, de 3 anos que, após a dose, saiu para brincar com os colegas. Assim como ela, Leonardo Rocha de 5 anos que adorou a dose. “Quero mais. Eu gostei”, disse. Depois da abertura uma carreata saiu da escola com destino ao CEI Girassol. O dia D será no sábado (20).

Meta – No Brasil, a meta é imunizar 16 milhões de crianças menores de cinco anos em cada etapa da campanha. A segunda etapa contra a paralisia infantil será realizada no dia 9 de agosto.

A vacina contra a poliomelite é considerada, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como a única maneira de combater totalmente a doença. Pesquisa da instituição constatou que, de janeiro até o último dia 3, foram confirmados 522 casos de paralisia infantil no mundo.

ai/UNO

UNOPress
UNOPress
A UNOPress é uma Agência de Marketing Digital especializada em Assessoria de Imprensa e Marketing de Conteúdo. Produz conteúdo para diversas empresas que buscam Page Authority e Domain Authority.

Compartilhar:

Receba Notícias

Posts Relacionados

Mais Recentes